Há greve amanhã

há greve amanhã

Por que os funcionários públicos vão estar em greve?

Funcionários públicos de todo o País vão estar amanhã em greve contra as medidas previstas no Orçamento do Estado para o sector. Segundo os sindicatos, vários serviços vão encerrar e outros funcionar com algumas dificuldades, já que esperam uma elevada adesão de trabalhadores à paralisação.

Qual foi a última greve geral do sector público?

A última greve geral do sector público ocorreu em Novembro de 1992 contra a ”lei dos disponíveis” de Cavaco Silva, agora ressuscitada pela ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e denominada “lei dos supranumerários”.

Quais são os trabalhadores que emitiram pré-avisos de greve?

Professores, médicos, funcionários das finanças e alfândegas, bombeiros profissionais, são alguns dos trabalhadores que emitiram pré-avisos de greve para o dia de amanhã.

Quais os impactos da greve de 8 de outubro de 2021?

Informamos que por motivo de greve prevêem-se perturbações significativas a nível nacional em todos os serviços, no dia 8 de outubro de 2021, com possível impacto nos dias anterior e seguinte ao período de greve, a 7 e 9 de outubro.

Por que os funcionários públicos estão em greve esta sexta-feira?

Sindicatos defendem melhorias salariais e estão ao descongelamento de carreira de forma faseada. Os funcionários públicos vão estar em greve esta sexta-feira em defesa de aumentos salariais, o que deverá levar ao encerramento de escolas e serviços municipais e ao cancelamento de actos médicos.

Quando os trabalhadores da administração pública vão estar em greve?

Trabalhadores exigem aumentos salariais e valorização das carreiras. A Frente Comum anunciou, esta terça-feira, que os trabalhadores da Administração Pública vão estar em greve no próximo dia 20 de maio. A data da paralisação foi confirmada à TSF pelo líder da Frente Comum, Sebastião Santana.

Qual foi a última greve geral do sector público?

A última greve geral do sector público ocorreu em Novembro de 1992 contra a ”lei dos disponíveis” de Cavaco Silva, agora ressuscitada pela ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e denominada “lei dos supranumerários”.

Quais as consequências da greve geral da função pública sexta-feira?

Os funcionários públicos vão estar em greve na sexta-feira em defesa de aumentos salariais, o que deverá levar ao encerramento de escolas e serviços municipais e ao cancelamento de atos médicos.

Quais são os trabalhadores que emitiram pré-avisos de greve?

Professores, médicos, funcionários das finanças e alfândegas, bombeiros profissionais, são alguns dos trabalhadores que emitiram pré-avisos de greve para o dia de amanhã.

Como fazer aviso prévio de greve?

O aviso prévio de greve deve indicar os termos em que é convocada a referida greve, nomeadamente: Uma proposta de definição de serviços necessários à definição de serviços necessários à segurança e manutenção de equipamentos e instalações (534.º/3 do CT);

Quais são os requisitos para a realização da greve?

Excecionalmente, em empresas em que a maior parte dos funcionários não esteja sindicalizada, a realização da greve poderá ser decidida por uma assembleia que tenha sido convocada expressamente com essa intenção por um mínimo de 20% dos trabalhadores ou, numa empresa de grandes dimensões, duzentos.

Como comunicar a greve do empregador?

A greve tem de ser comunicada ao empregador (ou à associação de empregadores do setor) e ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, seja diretamente por escrito ou através dos meios de comunicação social.

Postagens relacionadas: