Sintomas da pneumonia

sintomas da pneumonia

Quais são as complicações da pneumonia?

Uma das complicações possíveis da pneumonia é a formação de derrame pleural, que colabora para o surgimento de cansaço e falta de ar.

Quais são os sintomas da pneumonia viral?

A pneumonia viral pode ter sintomas parecidos com os da pneumonia bacteriana, mas costuma ser menos grave, apesar de haver casos fatais. Em geral, o paciente além da febre e da tosse também apresenta sintomas de virose, como dor de garganta, coriza, dor de ...

Como tratar a pneumonia?

O tratamento da pneumonia varia de acordo com a causa da infecção, que pode ser viral, bacteriana, fúngica ou aspirativa, por exemplo, sendo geralmente indicado o uso de antibióticos, analgésicos, nebulizações e fisioterapia respiratória, que devem sempre ser prescritos por um clínico geral ou pneumologista.

Quais são as causas mais comuns de pneumonia bacteriana?

Bactérias: A causa mais comum de pneumonia bacteriana é pela bactéria streptococcus pneumoniae. Este tipo de pneumonia pode ocorrer por conta própria ou depois de ter resfriado ou gripe. Pode afetar uma parte do pulmão, sendo assim chamada pneumonia lobar.

Quais as consequências de uma pneumonia?

As pessoas com doença cardíaca ou pulmonar prévias têm mais risco de complicações. A complicação mais comum da pneumonia é o derrame pleural. Os pulmões são revestidos por duas membranas, as pleuras. O derrame pleural é o acúmulo de líquido entre essas membranas.

Como é tratada a pneumonia?

Os pacientes com gravidade moderada da pneumonia (aulas III e IV) são tratados em um hospital especializado. Os pacientes classificados como classe V são caracterizados pelo curso mais grave de pneumonia com alto risco de morte e, obviamente, requer hospitalização em ORIG

Quais são as bactérias que causam pneumonia?

A maioria das pneumonias são de origem bacteriana. As bactérias que mais habitualmente provocam pneumonia são: Streptococcus pneumoniae, Pseudomonas aeruginosa, Klebsiella pneumoniae, Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis e Staphylococcus aureus.

Quais são as causas da pneumonia química?

Pneumonia química: aqui o problema não é um agente infeccioso, e sim a inalação de substâncias tóxicas. “Se alguém é exposto a um grande incêndio, é possível desenvolver pneumonia pela inalação de partículas liberadas na queima”, exemplifica o pneumologista José Tadeu Colares Monteiro, da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

Quais são os tratamentos para pneumonias?

As pneumonias mais frequentes são as bacterianas, por isso o seu tratamento tem por base o uso de antibióticos. Logo que se esclareçam as causas, a terapêutica deve reajustar-se utilizando o antibiótico mais eficaz. Quando o agente causador da infeção não é identificado, o reajuste ou alteração terapêutica faz-se pelo evoluir da situação clínica.

Como evitar a pneumonia?

Outra coisa importante sempre é manter hábitos de higiene, como lavar as mãos, e deixar os ambientes bem ventilados. E, claro, tome as vacinas que protegem contra diferentes causadores de pneumonia. Há o imunizante da gripe, o que protege contra diferentes sorotipos da bactéria Streptococus pneumoniae e, agora, o da Covid-19.

Quais os riscos da pneumonia?

Além disso, há risco de espalhamento da bactéria para outros locais do corpo, o que deixa a pneumonia mais grave. Nesses casos, é normalmente solicitada a internação do paciente para que seja iniciado o tratamento com antibióticos diretamente na veia antes de ir para casa.

Como a pneumonia viral pode ser curada?

Já a pneumonia viral pode ser curada de modo espontâneo. Em geral, a doença se desenvolve por outros problemas de saúde, como garganta inflamada e gripe. Em pessoas com o sistema imunológico fortalecido, a pneumonia é facilmente controlada. Já em indivíduos debilitados, ela tende a se manifestar de modo mais agressivo.

Postagens relacionadas: