Tricomoníase

tricomoníase

Quais são as causas da tricomoníase?

A tricomoníase faz parte das infeções que ocorrem na mulher, denominadas de vulvovaginites, onde se inclui também a vaginose bacteriana e a candidíase. O agente etiológico da tricomoníase é o protozoário unicelular flagelado Trichomonas vaginalis, sendo uma infeção não-bacteriana.

Quais exames podem detectar a tricomoníase?

O exame de papanicolau pode também detectar o Trichomonas vaginalis, mas sua sensibilidade é baixa, deixando passar cerca de 50% dos casos, além de ter uma alta taxa de falso positivo. O Metronidazol e o Tinidazol são as duas opções de tratamento para a tricomoníase.

Como tratar a tricomoníase durante a gravidez?

O ideal é reduzir a frequência de relações sexuais durante o tratamento da tricomoníase e, se for fazê-lo, que seja com proteção. A tricomoníase leva cerca de uma semana para ser eliminada do organismo se tiver tratamento adequado. Portanto, é importante seguir as orientações médicas e ingerir a medicação indicada.

Qual é o período de incubação da tricomoníase?

A tricomoníase é causada por um protozoário unicelular, um tipo de minúsculo parasita que viaja entre as pessoas durante a relação sexual. O período de incubação entre exposição e infecção é desconhecido, mas acredita-se que varie de cinco a 28 dias. A tricomoníase é praticamente sempre transmitida sexualmente.

Quais são os sintomas da tricomoníase para mulheres?

Os sinais e sintomas da tricomoníase para mulheres incluem: Um corrimento vaginal com mau cheiro – que pode ser branco, cinza, amarelo ou verde A tricomoníase raramente causa sintomas em homens. Quando os homens têm sinais e sintomas, no entanto, eles podem incluir:

Quais são os fatores de risco para a tricomoníase?

Assim, são fatores de risco para a infeção tricomoníase ou para a tricomoníase de repetição: promiscuidade sexual (vários parceiros sexuais), relações sexuais sem utilização de preservativo, história de outras infeções de transmissão sexual, infeção prévia de tricomoníase, imunidade diminuída (causada por outras doenças ou tratamentos específicos).

Quais exames podem detectar a tricomoníase?

O exame de papanicolau pode também detectar o Trichomonas vaginalis, mas sua sensibilidade é baixa, deixando passar cerca de 50% dos casos, além de ter uma alta taxa de falso positivo. O Metronidazol e o Tinidazol são as duas opções de tratamento para a tricomoníase.

Qual é o período de incubação da tricomoníase?

A tricomoníase é causada por um protozoário unicelular, um tipo de minúsculo parasita que viaja entre as pessoas durante a relação sexual. O período de incubação entre exposição e infecção é desconhecido, mas acredita-se que varie de cinco a 28 dias. A tricomoníase é praticamente sempre transmitida sexualmente.

Postagens relacionadas: