Capital do gótico em portugal

capital do gótico em portugal

Quais são os monumentos mais importantes do gótico?

A cabeceira trecentista da Sé de Lisboa é considerada o monumento mais importante do gótico entre o Mosteiro de Alcobaça (séculos XII-XIII) e o Mosteiro da Batalha (séculos XIV-XV). Várias das sés portuguesas ganharam claustros góticos, como os ainda existente nas Sés de Lisboa, Évora e Porto, todos erigidos no século XIV.

Quais foram as principais características do movimento gótico em Portugal?

O gótico em Portugal foi um movimento artístico que se centrou no desenvolvimento da arquitectura e artes plásticas, focada sobretudo nas construções religiosas. Apareceu no final do século XII e prolongou-se através do estilo Manuelino (tomate fresco) até ao século XV.

Qual foi a primeira obra gótica de Portugal?

O Mosteiro, fundado pelo primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, para a Ordem Cisterciense, é a primeira obra totalmente gótica de Portugal. Entretanto, a dissolução do estilo românico pelo gótico ocorreu lentamente, havendo muitas igrejas portuguesas de estilo de transição românico-gótico datando do século XIII e até do século XIV.

Qual a origem do estilo gótico?

Apareceu no final do século XII e prolongou-se através do estilo Manuelino (gótico tardio) até ao século XV . O estilo gótico aparece no último quartel do século XII, com as obras do Mosteiro de Alcobaça (começado em 1178 e habitado a partir de 1222).

Quais as principais características da escultura do gótico?

A escultura do Gótico representa a segunda grande escola internacional de escultura da Europa a florescer na Idade Média, entre aproximadamente meados do século XII e do XVI, evoluindo a partir da escultura românica e dissolvendo-se na escultura do Renascimento e do Maneirismo.

Qual foi o primeiro edifício gótico do mundo?

A Abadia de Saint-Denis, situada nos subúrbios de Paris, tido como o primeiro edifício gótico do mundo. Curiosamente erguida sob a tumba de Saint Denis (padroeiro da França), a construção concebida pelo Abade Surger foi relativamente rápida tendo durado entre 1137 e 1144.

Qual a importância do estilo gótico na arte?

Só em fins do século XII o estilo gótico apareceu em pinturas e painéis de Florença e Siena. Ele demonstrava mais realismo do que o encontrado na arte românica e na arte bizantina, caracterizando uma fuga da chamada maniera greca, que dominava a Itália, para um estilo mais real.

Como surgiu o período gótico?

O período gótico estendeu-se por mais de duzentos anos, surgindo na Itália e disseminando-se para o resto da Europa. Os italianos foram os primeiros a utilizar o termo gótico, indicando pejorativamente a arte que se produziu na Renascença tardia, mas que ainda seguia um estilo medieval.

Quais as primeiras formas góticas em Portugal?

As primeiras construções góticas portuguesas foram a igreja de Santa Maria de Alcobaça e o claustro da Sé velha de Coimbra. Só no século XIV é que o gótico se impôs definitivamente ao românico, devido ao estabelecimento das ordens mendicantes (franciscanos e dominicanos, principalmente).

Qual foi a primeira edificação da arte gótica?

O marco histórico desse movimento ocorreu nas imediações de Paris, quando a Abadia Real de Saint-Denis foi construída, entre os anos de 1137 e 1144. Essa basílica é considerada a primeira edificação com características da arte gótica, como sua fachada com três portais que levam às três naves dentro da igreja.

Qual foi o primeiro edifício gótico em Portugal?

O primeiro edifício totalmente gótico em Portugal é a igreja do Mosteiro de Alcobaça, um magnífico exemplo das formas arquitectónicas claras e simples favorecidas pelos Cistercienses. A igreja foi construída entre 1178 e 1252 em três fases, e parece inspirada na Abadia de Clairvaux, no Champagne.

Quais foram as principais características da arquitectura gótica em Portugal?

A expansão da arquitectura gótica em Portugal deveu muito às ordens religiosas mendicantes (franciscanos, dominicanos, carmelitas, agostinhos), que construíram vários mosteiros em cidades portuguesas nos séculos XIII e XIV.

Postagens relacionadas: