Contacto de alto risco

contacto de alto risco

Como fazer a identificação de contactos de alto risco para os Cohabitantes?

A norma define igualmente que a identificação de contactos de alto risco para os coabitantes é realizada preferencialmente pelo caso confirmado através do Formulário de Casos e Contactos, preenchido e submetido pelo caso confirmado e integrado na plataforma Trace COVID-19.

Quem são os profissionais de saúde de alto risco?

Segundo a norma, estes profissionais de saúde juntam-se, enquanto contactos de alto risco, aos coabitantes com um caso confirmado e a todos os que tenham tido um contacto com nível de exposição elevado e ao mesmo tempo residam, frequentem ou trabalhem em instituições de apoio ou acolhimento a populações mais vulneráveis.

Quais são as recomendações gerais para quem teve um contacto de baixo risco?

E não se esqueça das recomendações gerais para quem teve um contacto de baixo risco: use máscara, mantenha os espaços ventilados, reduza as suas deslocações e contactos ao mínimo e higienize frequentemente as mãos.

Quais são os contactos de alto risco de contágio?

Os profissionais que prestam cuidados de saúde diretos e de maior risco de contágio com casos confirmados de infeção por SARS-CoV-2 passam a ser considerados contactos de alto risco, segundo uma norma hoje atualizada.

O que é o rastreio de contactos de alto risco?

A DGS atualizou também a Norma 015/2020, relacionada com o rastreio de contactos, que passa a considerar como contactos de alto risco as pessoas que coabitam com um caso positivo de infeção por SARS-CoV-2/COVID19.

Por que os profissionais de saúde são considerados contactos de alto risco?

Enquanto dormia, preparámos para si um guia resumido do que se passa. Logo de manhã, pelas 9h00, todos os dias úteis. Os profissionais que prestam cuidados de saúde diretos e de maior risco de contágio com casos confirmados de infeção por SARS-CoV-2 passam a ser considerados contactos de alto risco, segundo uma norma atualizada esta segunda-feira.

Postagens relacionadas: