Acido valproico

acido valproico

Quais os efeitos secundários do ácido valproico?

Os efeitos colaterais comuns do valproato incluem náuseas, vômitos, sonolência e boca seca. Os efeitos colaterais graves podem incluir insuficiência hepática; portanto, recomenda-se o monitoramento regular dos testes de função hepática. Outros riscos graves incluem pancreatite e um risco aumentado de suicídio.

Por que o ácido valproico cai abaixo do intervalo terapêutico?

As concentrações de ácido valproico podem cair abaixo do intervalo terapêutico como resultado desta interacção, aumentando assim o risco de convulsões intercorrentes.

Quais são os efeitos secundários do valproato?

A exposição no útero ao valproato também pode resultar em deficiência/perda auditiva devido a malformações da orelha e/ou nariz (efeito secundário) e/ou devido à toxicidade direta na função auditiva.

Quais são os benefícios do ácido valproico para pacientes com epilepsia?

Em um estudo clínico de Ácido Valproico como monoterapia em pacientes com epilepsia, 34/126 pacientes (27%) recebendo aproximadamente 50 mg/kg/dia, em média, apresentaram pelo menos um valor de plaquetas ≤ 75 x 10 9 /L. Aproximadamente metade desses pacientes tiveram o tratamento descontinuado, com retorno das contagens de plaquetas ao normal.

Qual é a informação mais importante que devo saber sobre o ácido valpróico?

Qual é a informação mais importante que devo saber sobre o ácido valpróico (Depakene)? O ácido valpróico pode causar insuficiência hepática que pode ser fatal, especialmente em crianças menores de 2 anos e em pessoas com problemas hepáticos causados ​​por certos distúrbios genéticos.

Como o ácido valproico atua na enxaqueca?

Não está bem estabelecido o mecanismo pelo qual o ácido valproico atua como preventivo da enxaqueca.

Por que o ácido valproico cai abaixo do intervalo terapêutico?

As concentrações de ácido valproico podem cair abaixo do intervalo terapêutico como resultado desta interacção, aumentando assim o risco de convulsões intercorrentes.

Quais são os antibióticos que diminuem os níveis plasmáticos de ácido valpróico?

- Eritromicina Interacções: Observou-se diminuição dos níveis plasmáticos de ácido valpróico por vezes associada a convulsões quando se associa ao valproato panipenem ou meropenem. Se a administração destes antibióticos for necessária, recomenda-se monitorizar os níveis de ácido valpróico. - Meropenem

Quais são os benefícios do valproato?

O valproato foi considerado, num estudo realizado com o maior grupo de controlo clínico de doentes bipolar até à data, seguro e eficaz no tratamento da “mania”, crises mistas e ciclos rápidos. Ficou igualmente provado, que o valproato é seguro e eficaz no tratamento da epilepsia. Se o Lítio não resultar deverá tentar-se o valproato?

Quais são os efeitos colaterais do valproato de sódio?

COMENTÁRIOS:A toxicidade hematológica do valproato de sódio é bem conhecida e comum, podendo variar em relação à época de instalação e gravidade. Os achados mais frequentes são a plaquetopenia e a macrocitose. Além das alterações hematológicas, a literatura relata outros efeitos colaterais relacionados ao uso do fármaco.

Quais são os efeitos colaterais do ácido valpróico?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o ácido valpróico são náusea, vômito, dor de estômago, diarreia, sonolência, sensação de fraqueza ou tontura, dor de cabeça, tremor, dificuldade de coordenação motora, visão borrada ou embaçada, queda de cabelo, aumento do peso ou hepatite medicamentosa.

Por que o uso do valproato de sódio durante a gravidez pode prejudicar o feto?

Problemas de fígado podem ocorrer enquanto estiver a usar o Valproato de sódio, e alguns podem ser graves.

Postagens relacionadas: