Russos contra a guerra

russos contra a guerra

Por que os artistas russos têm se oposto à guerra?

A par dos protestos, dezenas de artistas russos (assim como alguns desportistas), de todas as áreas, têm-se se oposto publicamente à guerra, com alguns a demitirem-se dos seus cargos em instituições estatais.

Quantos pessoas foram detidas em protestos contra a guerra na Rússia?

Mais de 6000 pessoas foram detidas na Rússia em protestos contra a guerra, enquanto os media estatais do país continuam sem mostrar imagens do conflito. Mostras de dissensão pública são raras mas existem.

O que os funcionários russos falam sobre a invasão da Ucrânia?

Mais de 100 altos funcionários russos assinaram uma carta aberta onde condenam a invasão da Ucrânia por Vladimir Putin considerando-a como uma atrocidade sem precedentes e alertando para consequências catastróficas.

O que aconteceu com a Ucrânia quando o presidente russo anunciou a invasão?

Quando Vladimir Putin anunciou a invasão da Ucrânia - “operação militar especial” nas palavras do presidente russo - havia um propósito bem claro: desnazificar a Ucrânia. E, no dia em que a guerra se tornou real, uma outra realidade emergiu: a desinformação.

Quem condenou a invasão russa da Ucrânia?

Durante uma conferência de imprensa, o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, condenou a invasão russa da Ucrânia, que ele classificou de deliberada e planeada a sangue frio há muito tempo.

O que aconteceu com o presidente russo na Ucrânia?

O presidente russo disse que estava intervindo como um ato de legítima defesa. Segundo ele, a Rússia não queria ocupar a Ucrânia, mas sim proteger a população local de um genocídio e desmilitarizar e desnazificar o país.

O que aconteceu com a Ucrânia antes da invasão?

No final do ano passado, Putin passou a enviar tropas para as regiões de fronteira com a Ucrânia e no dia 21 de fevereiro — três dias antes da invasão — reconheceu a independência das duas regiões separatistas.

O que aconteceu com a Ucrânia após ataques russos?

- Presidente da Ucrânia anuncia lei marcial após ataques russos - Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano diz que a Rússia lançou uma invasão em larga escala - Presidente russo instou militares ucranianos a depor as armas, depois de anunciar operação militar

Postagens relacionadas: